The Fallen Gods

InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  



Compartilhe | .
 

A Olhar dos Antigos

Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
Ares

avatar
Deus da Guerra
Mensagens : 64
Data de inscrição : 04/08/2012
Ver perfil do usuário

MensagemA Olhar dos Antigos por Ares

Dom Ago 05, 2012 5:08 pm

Uma noticia se espalha pela mídia sensacionalista, o aparecimento de fantasmas no Monte Rushmore. Varias teorias da conspiração aparecem, mas a maioria das pessoas ignora como sempre estas maluquices, mas Quiron convoca alguns meio-sangues para investigar o local, pois ele se lembra que algo muito perigoso vou guardado lá e que estas aparições poderiam estar ligados a isto.
Teken e Arthur se apresentam para o trabalho e são levados através de um longa e cansativa viagem até o local turístico.
Quiron avisou-lhes de uma rota alternativa aonde vocês poderiam entrar dentro do Monte, saindo da estrada e seguindo pela lateral do monte.
Vocês chegam lá enquanto um vento forte sobra por lá e conseguem ver um estranho portal de pedra, e tem a certeza que lá era a entrada que o Quiron apontou, vocês podem ler uma escrita em Grego no portal dizendo.
Citação :
Aquilo que se quebra quanto dito.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Teken

Ceifador de Tânatos
avatar
Ceifador de Tânatos
Mensagens : 29
Data de inscrição : 05/08/2012
Ver perfil do usuário

MensagemRe: A Olhar dos Antigos por Teken

Dom Ago 05, 2012 5:18 pm

Citação :
Fui chamado para uma missão por Quíron. Iria acompanhar Arthur até o Monte Rushmore, cujo nome não me era estranho. Peguei minhas armas e vesti minha armadura e capa. Coloco o peitoral elemental e a capa negra de ceifador, em minhas costas tinha minha foice presa por cima da capa, e na cintura estava minha espada bastarda embainhada, denominada Lâmina do Medo. Tinha ainda uma adaga, amarrada a minha perna direita próxima a panturrilha, mas essa estava oculta por minhas calças jeans comum. Por baixo da capa tinha uma camiseta branca comum que não aparecia por conta do peitoral, manga curta que deixava meus braços a mostra. Chegava lá no local, dava uma olhada para o portal.
- Alguma forma de abrir isso? - pergunto ao meu companheiro, enquanto ia próximo do portal procurar alguma alavanca ou uma pedra, raiz, qualquer coisa que se movesse.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Arthur Kohl

avatar
Indefinido
Mensagens : 28
Data de inscrição : 29/07/2012
Idade : 21
Ver perfil do usuário

MensagemRe: A Olhar dos Antigos por Arthur Kohl

Dom Ago 05, 2012 5:46 pm

Eu estava a poucos dias no acampamento, começando a me acostumar com a ideia de ser um semideus, e estava meio frustrado, pois já não conhecia minha mãe e essa era chance de conhecer meu pai, mas até agora nada. Quíron pediu a mim e a Teken para investigar o Monte Rushmore, que sempre foi local de acontecimentos estranhos e fantasmagóricos. Seria uma ótima forma de explorar, coisa que eu mais gostava. Eu estava com minha espada longa na bainha, tinha comprado ela para não vir desarmado pois não saberia o que enfrentaria ali.
Ventava muito e chegamos a uma espécie de portal de pedra, com uma inscrição em grego que depois de forçar um pouco consegui entender e dizia:
"Aquilo que se quebra quando dito."
Teken começou a procurar alguma raiz ou pedra tipo alavanca enquanto perguntava pra mim?
- Alguma forma de abrir isso?
Eu cheguei em frente ao portal analisando e pensando no que queria dizer a inscrição. Lembrei que os gregos eram ótimos pensadores, então eu parei pensei um pouco e de repente eu disse para Teken:
- O silêncio. O silêncio se quebra quando dito.
Então virei para o portal e disse:
- Abra
Esperando o portal se abrir...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ares

avatar
Deus da Guerra
Mensagens : 64
Data de inscrição : 04/08/2012
Ver perfil do usuário

MensagemRe: A Olhar dos Antigos por Ares

Dom Ago 05, 2012 6:16 pm

As pedras atrás do portal começam a enegrecer a e se dissolver, se transformando num liquido que escorreu pelo chão e logo evaporou. Um corredor escuro feito na própria rocha, com goteiras e poças de água se abre a frente de vocês. Vocês seguem por ela por uns 50 metros na rocha até encontrarem uma sala circular com 5 metros de diâmetro escavada na própria rocha, nela existem duas portas de madeira entalhada com historias da mitologia, uma cama, um bau de bronze celestial e um armário aonde existem vários livros.
As portas não apresentam fechadura e numa delas esta entalhada os 10 trabalhos de Hércules e na outra esta representado Caronte levando os mortos em sua Barca e toda uma viajem pelo Submundo.
Uma cama aparentemente normal, com um colchão já velho e apodrecido, aonde fungos já crescem em meio a manchas de sangue.
O bau possui uma fechadura e é bem trabalhado e parece preso a própria rocha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Arthur Kohl

avatar
Indefinido
Mensagens : 28
Data de inscrição : 29/07/2012
Idade : 21
Ver perfil do usuário

MensagemRe: A Olhar dos Antigos por Arthur Kohl

Dom Ago 05, 2012 6:44 pm

De repente o portal foi sumindo, quando olhei avistei um túnel e observando suas paredes fui andando devagar, fiz um sinal para Teken vir comigo, pois do mesmo jeito que o portal sumiu ele poderia reaparecer de novo e talvez com outra inscrição diferente. Então cheguei a uma sala circular, com duas portas, um baú, uma cama e um armário com vários livros. Os livros me chamaram atenção, mas antes de eu chegar lá, percebi que a cama estava meio velha, com fungos e marcas de sangue. Visualizei as portas e elas não tinham fechaduras, mas uma estava entalhados os 10 trabalhos de Hércules e na outra a barca de caronte, e a viagem para o submundo. Rapidamente olhei para cama e algo na minha mente juntou os dois, então fui para o armário e comecei a procurar nos livros para ver se encontrava alguma informação ou inscrição que nos desse mais alguns detalhes do local. Olhei para Teken e falei:
- Teken cuidado, não gostei muito dessa cama com sangue é antigo, mas é estranho ter uma cama aqui. Não tenho certeza, mas acho que encontramos uma das entradas do submundo e talvez aqui Hércules tenha começado seus 10 trabalhos aqui. Vê se você acha alguma chave para abrir esse baú, talvez nos dê alguma informação ou algum mapa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Teken

Ceifador de Tânatos
avatar
Ceifador de Tânatos
Mensagens : 29
Data de inscrição : 05/08/2012
Ver perfil do usuário

MensagemRe: A Olhar dos Antigos por Teken

Dom Ago 05, 2012 8:19 pm

Citação :
Sigo Arthur para dentro do túnel, que dá em uma sala pequena. Chego lá e observo várias coisas.. 2 portas, 1 baú, 1 cama, 1 armário com livros.. olho atentamente para as portas, ambas sem fechadura, uma com Caronte levando os mortos, e outra com 10 trabalhos de Hércules... 10? Observei atento a porta, pelo que me lembrava Hércules havia feito 12 trabalhos... observo quais os trabalhos retratados para ver se tinha alguma conexão com a missão ou de como continuar, e então volto minha atenção para a cama. Reviro o colchão, sabendo que as pessoas costumam guardar coisas embaixo desses. Vou procurando algo relevante para nos ajudar, no armário e atrás e embaixo desse, móveis antigos também eram, por vezes, portas secretas. Quanto a outra porta, tinha receio sobre o que poderia ser... depois busco algo no baú. Estava sempre pronto para qualquer situação nova ou inusitada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ares

avatar
Deus da Guerra
Mensagens : 64
Data de inscrição : 04/08/2012
Ver perfil do usuário

MensagemRe: A Olhar dos Antigos por Ares

Seg Ago 06, 2012 1:03 am

Spoiler:
 
Após revirar o colchão e ficar com a mão toda molhada pela umidade constante, Teken entalhada embaixo do colchão a seguinte frase em grego.
Citação :
A ultima a se deitar, aquela que anuncia o Sol. Errante ela é, pulsante não é.

No bau existe um pequeno mapa dos planetas com a Terra no centro, em que parece que os astros podem ser movidos pelos círculos e também parecem como botões.

Arthur ao procurar nos livros vê vários títulos, atuais e livros antigos e velhos. Um chama-lhe extremamente a atenção, um livro de couro negro, com detalhes prateados, o livro possui uma pequena fechadura e parece que não pode ser aberto. Ele não apresenta titulo, mas ao tocar nele você sente sua força sendo sugada lentamente para dentro muito lentamente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Teken

Ceifador de Tânatos
avatar
Ceifador de Tânatos
Mensagens : 29
Data de inscrição : 05/08/2012
Ver perfil do usuário

MensagemRe: A Olhar dos Antigos por Teken

Seg Ago 06, 2012 4:59 pm

Spoiler:
 

Citação :
Ao ver a frase, começo a pensar nela... e após alguns instantes, penso saber uma parte do seu significado.
- Eos, a deusa da aurora. A última a se deitar, a que anuncia o sol. Errante ela é, pulsante não é... ela costuma ter muitas relações com mortais, e alguns imortais.. foi amaldiçoada por Afrodite e é a mãe das estrelas e dos ventos.

Depois da breve explicação, eu pego o mapa que havia encontrado no baú.. experimento mexer nos planetas, alinhá-los e desalinhá-los, para ver se alguma coisa acontecia.. experimento organizar o planeta Terra de forma que se percebesse, parecesse ser a alvorada nos EUA, para ver se algo se revelava, ou então tentar alinhar todos os planetas em uma linha reta.. ia tentando achar alguma linha de dedução que coubesse com nosso dilema. Se nada acontecesse, se revelasse ou mudasse e eu percebesse aquilo ser inútil, entrego o mapa para Arthur, e vou experimentar empurrar as portas, pois nem tudo que não tem fechadura significa estar lacrado.. ou então tento abrir o baú, pois nem tudo que tem uma fechadura, está trancado...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ares

avatar
Deus da Guerra
Mensagens : 64
Data de inscrição : 04/08/2012
Ver perfil do usuário

MensagemRe: A Olhar dos Antigos por Ares

Ter Ago 07, 2012 12:10 am

Já adiantando, nada acontece enquanto você mexe nos planetas.Ao empurrar a porta uma pequena luz brilha pelas laterais dela, mas ela não se mexe e o bau também não se abre.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Teken

Ceifador de Tânatos
avatar
Ceifador de Tânatos
Mensagens : 29
Data de inscrição : 05/08/2012
Ver perfil do usuário

MensagemRe: A Olhar dos Antigos por Teken

Ter Ago 07, 2012 8:48 am

Citação :
"O que fazer?" - pensava comigo mesmo.
- Que acha disso? - pergunto a Arthur, me referindo a tudo, não apenas ao mapa ou o baú, mas a missão em si. Toco novamente a porta onde aparecia Caronte, dessa vez empurro com mais força. - Será que conseguiríamos quebrá-la ou cortá-la ? - faço a pergunta, desembainhando minha espada bastarda e dando um giro rápido de pulso com ela no ar como que testando seu peso. Experimento tentar cravar a espada na porta, para ver se conseguia furá-la, mas sem infringir muita força... tinha uma ideia do que essas portas mágicas eram, não gostava do que poderia acontecer. "Mas o que tiver de ser, será.. e vou enfrentar como for."
.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Arthur Kohl

avatar
Indefinido
Mensagens : 28
Data de inscrição : 29/07/2012
Idade : 21
Ver perfil do usuário

MensagemRe: A Olhar dos Antigos por Arthur Kohl

Ter Ago 07, 2012 11:05 am

Senti que o livro estava sugando minhas energias e logo soltei.
- Furar ou quebrar a porta? Não acho que seja na força, os gregos usavam muito a cabeça precisamos pensar...
E falava pra mim baixinho toda hora:
"A última a se deitar, aquela que anuncia o Sol. Errante ela é, pulsante não é."
Forçando para tentar anexar algo, peguei o mapa da mão de Teken e fiquei olhando a disposição dos planetas quando algo me chamou atenção no planeta Vênus, tinha algo diferente, não sei se foi impressão, mas lembrei que Venus atinge seu brilho máximo algumas horas antes da alvorada ou depois do ocaso, sendo por isso conhecido como a estrela da manhã, mas como não é uma estrela não tem brilho próprio talvez seria esse o enigma da frase pulsante não é. Então apertei o botão que correspondia vênus e tentei colocá-lo em uma posição que de manhã quem estivesse na terra conseguiria ver a "estrela".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ares

avatar
Deus da Guerra
Mensagens : 64
Data de inscrição : 04/08/2012
Ver perfil do usuário

MensagemRe: A Olhar dos Antigos por Ares

Ter Ago 07, 2012 11:18 am

Ao que Arthur aberta o botão as duas portas se abrem, Teken que já estava empurrando acaba tropeçando e achando por um pequeno momento que ele mesmo tinha conseguido empurrar a porta.
Após Teken se levantar ele percebe um livro flutuando no ar e de alguma forma segundo algum tipo de energia do local aonde estava a porta com as inscrições sobre a descida ao SubMundo.
O livro se encaminha lentamente para a porta a tempo de também o Arthur ver ele flutuando, ele não parece com presa, enquanto parece que pingos de cobre caem dele, como se a própria fechadura se derrete-se.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Teken

Ceifador de Tânatos
avatar
Ceifador de Tânatos
Mensagens : 29
Data de inscrição : 05/08/2012
Ver perfil do usuário

MensagemRe: A Olhar dos Antigos por Teken

Ter Ago 07, 2012 11:45 am

Citação :
Ao ver o livro flutuando, desisto de tentar deduzir qualquer coisa e decido deixar que Arthur, (que eu já suspeitava parecia ter tendência a ser filho de Atena), pensar por nós.
- Seguimos ele? - pergunto, já me dirigindo para seguir o livro porta adentro. Coloco minha mão no cabo da espada agora embainhada, uma forma de liberar um pouco da tensão.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Arthur Kohl

avatar
Indefinido
Mensagens : 28
Data de inscrição : 29/07/2012
Idade : 21
Ver perfil do usuário

MensagemRe: A Olhar dos Antigos por Arthur Kohl

Ter Ago 07, 2012 12:39 pm

- Sim, melhor seguir ele. Não vejo outra opção, apesar de achar que eu sei para onde ele está nos levando.

Fui indo ao lado de Teken e seguindo o livro para ver aonde ele nos levava.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ares

avatar
Deus da Guerra
Mensagens : 64
Data de inscrição : 04/08/2012
Ver perfil do usuário

MensagemRe: A Olhar dos Antigos por Ares

Ter Ago 07, 2012 12:47 pm

Vocês seguem por muitos metros abaixo da Terra enquanto a fechadura do livro vai derretendo e uma luz começa a sair dele, até que chegam a margem do rio mais poluído que já viram. e uma placa escrito Tiete!!

O livro cai na frente do rio já com a fechadura totalmente derretida e se abre, almas do outro lado do rio começam a ser puxadas para dentro do livro enquanto as paginas deste começam a se virar rapidamente, e um fantasma começa a sair do livro. Com mais de dois metros de alturas e feito de puro nada, uma poderosa alma possivelmente imune a todas as suas armas.

Um grito de terror sai de dentro de seu corpo e sussurros começam a circular por suas cabeças, uma onda invisível de choque, um tipo de telocinese os joga para trás e você estão caídos no chão enquanto o poderoso fantasma caminha silenciosamente, enquanto seu corpo sussurra mil palavras incompreensíveis.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Arthur Kohl

avatar
Indefinido
Mensagens : 28
Data de inscrição : 29/07/2012
Idade : 21
Ver perfil do usuário

MensagemRe: A Olhar dos Antigos por Arthur Kohl

Ter Ago 07, 2012 1:08 pm

Depois de cair, peguei minha espada, e fui me aproximando dele, primeiro lentamente e depois mais rápido e tentei atingi-lo com minha espada. Provavelmente era bobagem tentar fazer isso, mas percebi que Teken tinha alguma ideia então fiquei tentando distrair o fantasma comigo até que meu companheiro consiga fazer o que estava pensando.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Teken

Ceifador de Tânatos
avatar
Ceifador de Tânatos
Mensagens : 29
Data de inscrição : 05/08/2012
Ver perfil do usuário

MensagemRe: A Olhar dos Antigos por Teken

Ter Ago 07, 2012 1:20 pm

Citação :
O livro se abriu, sugou almas e surgiu um fantasma com poderes aparentemente psíquicos.. talvez metafísicos. Que primeira missão hein? Como atingir um fantasma? - pensava comigo. Me levanto rapidamente logo após Arthur, vejo ele correndo até o monstro, para tentar distraí-lo; ok. Desembainho minha espada, concentrado, e corro em um semicírculo até o fantasma, de forma que o Arthur atingisse a frente do fantasma, eu iria acertá-lo (fantasma) pelo lado. Ele teria que desviar o olhar de um de nós. Quando me aproximo do fantasma, eu salto com a espada a minha frente, de forma que independente de eu acertar ou não o golpe, eu iria cair dentro dele, ou sobre ele. Se caísse dentro dele, chutaria o livro até o rio, e então rolaria para longe do rio; se por acaso o fantasma se tornasse "tangível", um de nós deveria acertar o golpe nele.. e ele teria que se defender de minha espada, e nesse caso, em sequência eu tentaria o acertar com um chute no rosto. Em ambos os casos, tentaria me afastar do fantasma e do rio.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ares

avatar
Deus da Guerra
Mensagens : 64
Data de inscrição : 04/08/2012
Ver perfil do usuário

MensagemRe: A Olhar dos Antigos por Ares

Ter Ago 07, 2012 1:28 pm

Ambos os golpes erram e jogar o livro no rio só faz com que o livro boiei nas águas sem nenhum dano ao Fantasma.O fantasma ao se ver cercado da um novo grito e joga o Teken para o outro lado do Estinge e o Arthur para a entrada do SubMundo.
O Fantasma sem se preocupar com o Teken do outro lado do rio começa a ir em direção ao Arthur, o que ele poderá fazer? Será que só resta fugir? Não existe nenhuma arma poderosa o bastante contra esta alma corrompida? Será que nossos heróis conseguiram derrotar tal criatura?
-5 de HP para ambos pelo impacto da telocinese e pelo tombo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Arthur Kohl

avatar
Indefinido
Mensagens : 28
Data de inscrição : 29/07/2012
Idade : 21
Ver perfil do usuário

MensagemRe: A Olhar dos Antigos por Arthur Kohl

Ter Ago 07, 2012 1:39 pm

Mais uma queda longe, eu tinha que evitar contatos diretos pelo menos por enquanto, minha espada não o atingira no ataque anterior. Então me afastei dele o máximo possível e rapidamente, comecei a procurar no chão e nas paredes, alguma arma que pudesse afetá-lo. Mas sempre observando e me distanciando da posição dele.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Teken

Ceifador de Tânatos
avatar
Ceifador de Tânatos
Mensagens : 29
Data de inscrição : 05/08/2012
Ver perfil do usuário

MensagemRe: A Olhar dos Antigos por Teken

Ter Ago 07, 2012 1:56 pm

Citação :
Bem, já não podia ajudar muito Arthur contra o monstro. Dou uma olhada no livro pra ver se ele vinha para o meu lado. Se o livro viesse pro meu lado, embainharia a espada e pegaria minha foice, para acertar o livro ao meio. Se o livro não viesse até mim, então mergulharia a espada até quase o cabo, mas tomando muito cuidado para não deixá-la cair ou para não tocar a água. Deixo a espada mergulhada por cerca de 10segundos, e então a retiro a olhando.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ares

avatar
Deus da Guerra
Mensagens : 64
Data de inscrição : 04/08/2012
Ver perfil do usuário

MensagemRe: A Olhar dos Antigos por Ares

Ter Ago 07, 2012 2:04 pm

Arthur sai correndo do Fantasma e ao chegar no quarto o fantasma manda uma onda telecinética contra o Arthur mas erra por pouco derrubando a estante com os livros.

Teken consegue puxar o livro para si e ao estraçalha-lo não vê nada acontecer, só paginas com palavras em Grego como maldição, prisão, cuidado, e muitas outras.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Teken

Ceifador de Tânatos
avatar
Ceifador de Tânatos
Mensagens : 29
Data de inscrição : 05/08/2012
Ver perfil do usuário

MensagemRe: A Olhar dos Antigos por Teken

Ter Ago 07, 2012 2:15 pm

Citação :
Guardo a foice, e mergulho a espada até quase o cabo, mas tomando muito cuidado para não deixá-la cair ou para não tocar a água. Deixo a espada mergulhada por cerca de 10segundos, e então a retiro a olhando. Depois me levanto e me viro olhando o lugar onde eu estava, procurando alguma coisa relevante.. penso se deveria tentar sair dali.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Arthur Kohl

avatar
Indefinido
Mensagens : 28
Data de inscrição : 29/07/2012
Idade : 21
Ver perfil do usuário

MensagemRe: A Olhar dos Antigos por Arthur Kohl

Ter Ago 07, 2012 2:30 pm

Lembrei da época que eu estudava e não gostava muito dos livros, agora eles sofreram por mim. Estava perto das portas que a gente entrou, então resolvi entrar pela porta aonde estava desenhado os doze trabalhos para ver se tinha alguma solução. Torcendo para que Teken estar bem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ares

avatar
Deus da Guerra
Mensagens : 64
Data de inscrição : 04/08/2012
Ver perfil do usuário

MensagemRe: A Olhar dos Antigos por Ares

Ter Ago 07, 2012 2:37 pm

Na porta dos 12 Trabalhos de Hércules existe um pequeno altar de pedra com duas Adagas de Bronze,Ferro e mais algum metal vermelho desconhecido, formando linhas de cada uma com a lamina.
Um brilho vermelho também transparece pelas laminas.
Existem outras armas pela sala, mas só estas lhe chama a atenção atualmente.

A lamina da espada do Teken não parece apresentar qualquer qualidade especial além de estar bem suja, mas talvez tenha, talvez não. A Sujeira do Estinge tem Poder?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Arthur Kohl

avatar
Indefinido
Mensagens : 28
Data de inscrição : 29/07/2012
Idade : 21
Ver perfil do usuário

MensagemRe: A Olhar dos Antigos por Arthur Kohl

Ter Ago 07, 2012 2:48 pm

Peguei as duas adagas, elas tinham uma composição diferente a qual eu não conseguir identificar, rodei a sala para ver se tinha mais alguma arma que pudesse me ajudar a matar o fantasma ou algum outro item que pudesse ajudar na luta, eu sabia que eu podia matar aquele monstro só precisava das armas certas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemRe: A Olhar dos Antigos por Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo
 

A Olhar dos Antigos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 3Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte

 Tópicos similares

-
» la isla de la muerte ´´A ilha da morte`` (Crônica Livre)
» Presença
» Resquícios da Lembrança de Um Desejo de Vingança (Crônica Oficial)
» Tremeres, infernalistas e demolições espontâneas (Crônica Oficial)
» Os Nove Antigos – Memórias Renascidas do Caos. (Crônica I - Nailah).

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
The Fallen Gods :: O Mundo :: Estados Unidos-